• Nível 1: Manutenção de rotina

Antes de o molde ser removido da prensa, ele deve ser aquecido (se o molde estiver resfriado) para que toda a condensação da superfície seja evaporada.

Com o molde ainda quente, as superfícies internas do molde devem ser limpas cuidadosamente com um solvente de segurança para remover qualquer sujeira residual, o sistema ejetor deve ser movido totalmente para a frente e, em seguida, pulverizado com um produto antiferrugem aprovado antes que o sistema ejetor seja retraído e o molde fechado.

As lentes e as superfícies altamente polidas devem ser protegidas de acordo com as instruções específicas.
Todas as linhas de água devem ser drenadas e sopradas para remover toda a água residual e evitar o acúmulo de ferrugem devido à água parada.
É imperativo que não haja água retida no molde.

Verifique e assegure-se de que todos os parafusos, placas, grampos etc. estejam no lugar e apertados.
Embale a última foto como um exemplo da qualidade típica dessa tiragem. Armazene essas peças com o molde.

Toda vez que o molde é retirado da produção ou colocado novamente em produção 


  • Nível 2: Manutenção preventiva simples

Abra o molde. Usando um solvente de segurança devidamente aprovado, remova o conservante do molde com um pano sem fiapos.

30% menor e 10 dias a menos

É uma má prática executar imediatamente as peças com base no pressuposto de que os primeiros disparos rasparão o revestimento protetor e, portanto, serão usados para limpar o conservante do molde.

Feito ao remover uma ferramenta do armazenamento


  • Nível 3: Manutenção de inspeção

Essa manutenção é realizada pelo operador principal ou por um fabricante de ferramentas no final de uma produção.

Usando a lista de verificação e as técnicas de inspeção visual, o molde é examinado e todos os pequenos reparos necessários são anotados para a conveniência do procedimento de Manutenção Geral.

Caso contrário, os reparos necessários ou as anotações de retoques futuros são mantidos com o registro do histórico do molde para avaliação futura.

Quaisquer componentes ausentes ou cavidades bloqueadas devem ser observados e tratados.

Uma amostra da cavidade bloqueada deve ser mantida para que o fabricante do molde possa fazer reparos.

O molde deve ser lavado com um solvente de segurança para remover o verniz e o acúmulo do processo de moldagem.

As aberturas de ventilação devem ser verificadas quanto à profundidade em um mínimo de quatro posições em torno da face da cavidade.

Anotações sobre o trabalho a ser feito durante o procedimento de manutenção geral devem ser anotadas no formulário para trabalhos futuros.

O molde deve ser retirado da produção e os pinos devem ser substituídos.

20.000 ciclos ou nove turnos de produção


  •  4. manutenção geral

Somente técnicos da sala de ferramentas com treinamento competente devem realizar essa manutenção
Todas as placas são separadas e suas faces são limpas.

Cuidado: Superfícies altamente polidas não devem ser limpas com escovas ou panos.

Use apenas lenços faciais ou bolas de algodão não contaminados. Solte a sujeira borrifando fluido de limpeza na cavidade e limpe com bolas de algodão limpas.

Não toque com os dedos, pois a poeira nas pontas dos dedos pode arranhar uma superfície polida.

Tenha cuidado ao soprar uma cavidade, pois pode haver poeira ou ferrugem nas linhas de ar que podem danificar a cavidade polida.
Todos os componentes são verificados quanto ao desgaste. Qualquer desgaste excessivo é observado e determina-se o reparo, a substituição ou a continuação do uso

Todas as áreas irregulares fora da área de detalhes da cavidade devem ser trabalhadas. Qualquer área dentro da área de detalhes da cavidade com amassados, mossas ou outros sinais de desgaste ou abuso deve ser considerada crítica e deve ser cuidadosamente analisada antes de se iniciarem as substituições ou os reparos

Todas as peças móveis devem ser lubrificadas, se necessário. Use lubrificante com moderação em todas as peças móveis que entram em contato com peças plásticas.

As aberturas de ventilação devem ser verificadas quanto à profundidade, à largura e à terra em comparação com as especificações do desenho da ferramenta.

Esses dados devem ser registrados na lista de verificação e, se necessário, deve ser determinada a realização de reparos.

Eles também devem ser verificados quanto a corrosão e queimaduras na ventilação (pode ser necessária uma ventilação melhor)

A integridade dos anéis "O", vedações e gaxetas deve ser verificada.

Todas as linhas de água devem ser testadas quanto a vazamentos e recertificadas quanto à capacidade de fluxo.

As linhas de água que acumularam incrustações e estão restritas devem ser limpas sob pressão com um agente descalcificante.

O sistema ejetor deve ser examinado quanto ao alinhamento adequado. Se os orifícios dos pinos do ejetor tiverem ficado em formato de ovo, será necessário determinar se eles devem ser perfurados e furados novamente em um tamanho maior e se os pinos existentes devem ser substituídos por pinos de tamanho maior.
Molas de retorno quebradas, substituição ou retexturização como resultado da erosão da superfície do molde pelo material, substituição de portas ou inserções de portas, novos blocos de canais etc. devem ser analisados e determinados.

Substitua todas as molas após 50.000 ciclos

100.000 ciclos ou a cada 10 ciclos de produção


  • Nível 5: Manutenção principal

Essa manutenção deve ser realizada por pessoal especializado em ferramentas e matrizes.

Ela deve ser feita quando acionada pelo molde, cumprindo o número necessário de ciclos para manutenção, desgaste excessivo ou danos à ferramenta.

A manutenção de registros aqui é muito importante.

Antes do início da manutenção, deve haver quatro fotos completas (peças, sprues e runners) entregues com o ferramental para estudo.

Duas fotos devem ser da qualificação inicial do molde.

Isso proporciona um registro visual do que era aceitável quando o molde era novo e estava em pleno funcionamento.

As duas segundas fotos devem ser as peças mais recentes produzidas antes de a ferramenta ser retirada para manutenção.

A comparação das fotos de antes e depois fornecerá uma excelente indicação do desgaste e do abuso que a ferramenta sofreu.

Todos os componentes cuja substituição foi determinada e autorizada devem ser removidos e novos componentes devem ser construídos e instalados de acordo com os projetos originais, caso não haja componentes sobressalentes previamente certificados disponíveis.

Os pinos líderes desgastados, as buchas e todas as superfícies móveis dos rolamentos devem ser verificados quanto ao desgaste e substituídos/reparados conforme necessário.

As superfícies das placas e da cavidade do molde devem ser verificadas quanto a paralelismos e retificadas, se necessário. A superfície da cavidade do molde deve ser limpa e polida, conforme necessário, de acordo com os requisitos originais da superfície.

As marcas de galhos, amassados e amassados devem ser trabalhados até que a superfície esteja totalmente em conformidade com as especificações originais de impressão.

Todos os componentes que não atenderem às especificações originais da impressão da peça devem ser reparados, substituídos e requalificados conforme necessário.

Todos os componentes que foram revestidos devem ser removidos e substituídos onde for necessário.

Todos os componentes que tiveram tratamentos de superfície especiais para resistência à corrosão, lubrificação, dureza e similares devem ser tratados novamente para garantir a intenção original da ferramenta.

Todos os componentes móveis devem ser verificados quanto à facilidade de movimentação. Os ajustes devem ser feitos conforme necessário.

Todas as molas de retorno na placa do ejetor devem ser substituídas por molas novas para evitar fadiga.

Todas as linhas de água devem ser lavadas com um agente descalcificante para remover o acúmulo de depósitos.

Todos os anéis "O", plugues internos, vedações e juntas devem ser substituídos.

Para ferramentas que exigem alta produção, as cavidades devem ser removidas e a tensão aliviada para remover o endurecimento por trabalho e a fragilização do material.

Todo o conjunto molde/cavidade deve ser reinspecionado e requalificado como se fosse uma nova cavidade.

A base do molde deve ser inspecionada quanto a rachaduras, endurecimento por trabalho, corrosão, etc. Se a base do molde tiver sido revestida ou pintada para resistência à corrosão, o revestimento deve ser removido, a base limpa e o revestimento reaplicado.

A identificação do molde deve ser refeita, indicando que a ferramenta foi reconstruída.

A superfície da cavidade deve ser inspecionada quanto a desgaste ou erosão do revestimento ou da textura.

Quando for considerado necessário, as superfícies da cavidade devem ser removidas e refeitas, ou a textura deve ser polida e, em seguida, aplicada uma nova textura.

250.000 ciclos ou metade do volume previsto para a vida útil